© 2018 by Rita Aguilar. Proudly created with Wix.com

  • @ara

Dublin - lendas, mitos, tradições, pubs e Guinness - uma cidade acima de tudo muito simpática

Atualizado: 11 de Mar de 2019


Como tenho a mania dos voos diretos, fui adiando a minha ida a Dublin durante alguns anos. Até que em Outubro de 2015, lá fomos pela Ryanair passar 2 dias e meio à capital Irlandesa. Ficámos instalados no O´Callaghan Stephens Green Hotel, que fica mesmo junto a uma das entradas do famoso parque da cidade: St Stephens Green. https://www.stephensgreenhotel.ie/.



O coração da cidade é a O‘ Connell Street onde fica a sede dos Correios que viveu a revolta de 1916. Atravessando a O‘ Connell Bridge sobre o Rio Liffey chegamos a Trinity College e à famosa Biblioteca onde foram filmadas cenas do filme Harry Potter e onde estão guardados livros como o The Book of Kells - livro que contém um texto em latim dos quatro evangelhos escritos com uma caligrafia muito ornamentada, feita com pigmentos coloridos. Seguindo caminho pela movimentada Dame Street chegamos ao Dublin Castle que representou o centro do domínio inglês sobre a Irlanda durante 7 séculos e é um dos edifícios mais antigos da cidade. A parte mais recente inclui a Chapel Royal, uma capela gótica do século XIX e o pátio (cujos edifícios datam do século XVIII) que ficou conhecido mundialmente através do filme "Michael Collins", onde foi formalizado o Estado Livre da Irlanda em 1922. Nas margens do Rio Liffey ficam atrações importantes como a Custom House e a ponte pedonal Ha'penny Bridge. Atravessando o rio, chegamos à Old City onde encontramos os edifícios mais antigos da cidade, alguns medievais. Aqui fica a famosa zona de animação noturna, restaurantes e pubs, sendo um deles o famoso Temple Bar - Hoje em dia o Temple Bar é considerado um dos bairros mais atraentes de Dublin, reunindo diferentes espaços culturais com dezenas de bares e pubs típicos irlandeses, espalhados pelas suas ruelas estreitas sempre cheias. Mas Temple Bar, não vive só da noite, durante o dia alberga diferentes mercados, como o Food Market e o Book Market (mercado de livros de segunda mão), bem como, várias associações culturais, galerias de arte e algumas lojas de moda alternativa.

A principal igreja da cidade é St. Patrick Cathedral, seguida da Christ Church. É essencial passear por Grafton Street, pois é provavelmente a rua de comércio mais elegante e sofisticada de Dublin.


1ª tarde na cidade

Saímos do hotel e seguimos pela Grafton Street até Trinity College - A universidade Trinity College de Dublin é a universidade mais antiga da Irlanda e uma das mais famosas do mundo. Foi fundada em 1592 pela rainha Elizabeth I. Atravessámos o Campus Universitário e fomos visitar a biblioteca. Vale mesmo a pena! The old library é top! Saímos pela Dame street e fomos até ao castelo, e claro que por último fomos até Temple Bar. A loucura! What's the Craic?...se descobrirem o que é Craicar, considerem-se em casa!


2º dia

Começámos e acabámos a manhã na Guiness Storehouse, a fábrica que produz a famosa cerveja preta - stout. Sem dúvida uma das imagens de marca e cujo mote publicitário é elucidativo do espírito Irlandês:

GUINNESS IS GOOD FOR YOU!

Quem vai a Dublin pela primeira vez, não pode perder esta visita. São 3 horas de momentos muito bem passados. A visita é interactiva e educativa. No final fomos ao Gravity Bar, que fica na cobertura e tem vista 360º sobre Dublin. O bilhete inclui um pint of Guinness. A loja também é muito gira. Para quem quiser pode fazer degustação (devem escolher essa opção quando estiverem a comprar o bilhete). Existem também restaurantes.

Dica: devem comprar o bilhete através do site.

https://www.guinness-storehouse.com/en

Depois de almoço fomos passear junto ao rio Liffey. A zona perto do porto de Dublin é a parte moderna da cidade e é onde fica o centro de convenções e a ponte Samuel Beckett.


O jantar estava marcado para o famoso Chapter One - Muito bom e inesquecível! Foi tudo espetacular: a sala, a equipa, a comida, o vinho e a companhia. O ambiente é discreto mas distinto. Um restaurante onde nos sentimos bem e onde comemos ainda melhor. Optámos pelo menu de 4 pratos, que nos pareceu ser a solução ideal para quem quer desfrutar de boa comida sem exceder a conta. Uma merecida estrela Michelin. Eu recomendo!


3º dia

Seguimos para a Catedral e depois para a Christ church - A Catedral da Santíssima Trindade, popularmente conhecida como Igreja de Cristo, é a mais antiga das duas catedrais medievais .

Como tínhamos comprado bilhete para a Old Jameson Distillery com hora marcada, fomos direitos à Bow street: local original onde o Jameson Irish Whiskey foi destilado até 1971. O museu é engraçado de se ver, mas só se forem mesmo muito fãs de Whiskey é que recomendo fazerem a prova.

https://www.jamesonwhiskey.com/en-IE/visit-us/jameson-distillery-bow-st

Entre passeio e várias paragens por pubs que nos chamavam a atenção, fomos até à O' Connell Street - a grande avenida da cidade, com amplos passeios e muito movimento.

Também é uma das principais zonas comerciais da cidade, bem como, a Henry Street e a Parnell Street. Nesta avenida também encontramos vários monumentos, entre os quais se destaca um dos mais recentes, conhecido como The Spire: uma grande agulha de 120 metros que se funde com o azul (ou cinza) do céu. Aqui também se encontra a estátua do líder nacionalista do século XIX que deu nome à rua, Daniel O’Connell, entre outras.

O edifício da sede dos Correios de Dublin, construído em 1818, é considerado um dos melhores monumentos da O’Connell Street.

E claro que não nos podíamos despedir de Dublin assim...What's the craic?...e lá fomos nós Craicar para outra freguesia que não Temple Bar...fomos até ao O'Donoghue's: http://www.odonoghues.ie/. Boa escolha!



Restaurantes

Elephant and Castle: asinhas de frango picantes e steak sandwich. Fica no coração de Temple Bar. Está sempre cheio convém passar e marcar mesa (se forem mais de 6 pessoas).

http://elephantandcastle.ie/?utm_source=maps&utm_campaign=gmb


The Green House: fica na Dawson street e tem 1 estrela Michelin. Essencial marcar.

https://www.thegreenhouserestaurant.ie/


Chapter one - um dos melhores restaurantes da cidade. (O chef Ross Lewis cria pratos de inspiração francesa utilizando produtos orgânicos e artesanais cultivados localmente, e muda o menu conforme as estações. O edifício foi outrora a casa de John Jameson, produtor do famoso uísque irlandês, e a decoração interior de pedra e madeira, delicadamente iluminada, tornam o ambiente chique e informal).Convém marcar.

https://www.chapteronerestaurant.com/


The Winding Stair

Um dos melhores lugares em Dublin para saborear comida tradicional irlandesa. Recomendamos que marquem uma mesa com vista para o rio.

http://winding-stair.com/


Shanahan´s on the green

http://shanahans.ie/


Brasserie Sixty6

Restaurante movimentado no centro da cidade, perto de Temple Bar, área de Stephens Green e Grafton Street. Ótima comida e bebida, bom ambiente. Foi-nos recomendado pelo hotel e fomos à aventura. Tivemos sorte, mas convém marcar.

https://www.brasseriesixty6.com/


Zizzi

Cadeia italiana famosa no Reino Unido, Escócia e Irlanda. Pizzas fantásticas. Existem 2 em Dublin.

https://www.zizzi.co.uk/find-my-restaurant


Em 2 ou 3 dias Dublin fica visto...mas a Irlanda não! Para a próxima, uma semana de carro ou comboio para fazer a volta completa.


Great moments...Great country, people and spirit!
May all blessings be with you!
67 visualizações