• @ara

Macau, um misto de emoções

Atualizado: 18 de Abr de 2018


O dia não acordou especialmente bonito, mas para um Português, estar em Hong Kong e não aproveitar para visitar Macau...Macau, lembro -me de ter talvez 10 anos e ouvir lá em casa: a prima São vai viver para Macau. Parecia uma coisa do outro mundo.

E agora aqui estamos nós a apanhar o turbo jet, que em 1h nos levará até lá. O dia estava realmente cinzento e caía uma chuvinha... chegámos ao porto e apanhámos o autocarro que nos levaria ao Grande Lisboa Casino. Daí partimos a pé para explorar o centro histórico. Confesso que o meu primeiro pensamento foi: Macau parou no tempo, é feio e escuro. O que estarei aqui a fazer? Claro que é fantástico vermos coisas escritas em Português, ouvir falar Português, mas a melhor parte é quando começamos a percorrer a nossa querida calçada Portuguesa.


E lá fomos andando até à Sé. E um pequeno milagre aconteceu, que no fundo ajudou a transformar o meu dia. Estava a ser celebrada a missa de domingo de Ramos, em Português! Entrámos, missa cheia e sentimo-nos em casa. Comunidade Portuguesa em peso na Missa, várias gerações juntas, e nós a viver aquele momento com eles. De coração mais cheio, lá fomos com energia enfrentar a multidão que nos esperava! Subir para as Ruínas de S. Paulo, debaixo de chuva.



Daqui seguimos para a Igreja de Santo António, um dos edifícios mais antigos de Macau, e logo depois Praça e jardim Luís de Camões. Gostei muito! Luís de Camões viceu cerca de 2 anos em Macau, e dizem que foi nesta gruta que acabou de escrever os Lusíadas, daí o busto dele estar aqui.






Voltando para trás, tínhamos ainda a Igreja de S. Domingos, o Largo do Senado e o Largo de S. Agostinho para ver. A confusão aumentava, e devagarinho lá conseguimos chegar.




Parece Lisboa, não é? E realmente nós Portugueses fizemos muito por Macau, o que tem esta cor e alegria haver com isto? O que seria Macau senão tivéssemos passado por lá?


E é triste ver que alguns dos nossos edifícios já estão muito degradados, e não me parece que vá haver grandes recuperações.

Por último, faltava dar uma volta pelos Casinos! Esqueçam, muito longe de ser uma Las Vegas! Vale o Wynn e o MGM, pelo glamour, e sim os que fazem lembrar mais LV, apesar que noutra dimensão. Todos os outros pararam no tempo, principalmente o Lisboa e o Grande Lisboa.





Foi bom sentir um pouco de Portugal deste lado do Mundo! Está visto!

0 visualização

© 2018 by Rita Aguilar. Proudly created with Wix.com